Certo dia, tudo mudou

O dia 5 de dezembro de 2012 assumiu um significado especial para os impulsionadores deste site e foi, de certo modo, o ponto de partida de todo o projeto.

Um transplante renal alterou a história do casal Paulo e Margarete e o dia da operação tornou-se mais importante que o dia do próprio casamento ou nascimento. Começava aqui uma nova etapa nas suas vidas marcadas pelos ensinamentos de um gesto simples, mas grandioso, a dádiva.

Após a recuperação, começaram a procurar formas de retribuir os ensinamentos desta experiência e contribuir positivamente para a vida dos doentes renais. Procuravam algo que pudesse espelhar o sentido de missão que a causa renal se tornou para eles e foi assim que nasceu este projeto.

Neste percurso, encontraram uma amiga de longa data que se identificou com o projeto e juntos deram vida ao Pelo Rim, um espaço de informação e partilha onde todos podem conhecer e ligar-se à causa renal.

 

A nossa causa é Pelo Rim

O site Pelo Rim nasceu da vontade de informar sobre a doença renal no seu todo. O nosso objetivo é suprir a falta de informação, por um lado, e, por outro, criar uma plataforma onde possa encontrar informação que já existe, mas de forma dispersa.

Com este site pretendemos que os doentes renais e as suas famílias possam encontrar a informação que necessitam para melhor entenderem e conviverem com a sua doença. Constituir um espaço de partilha para os doentes e as suas famílias por forma a combater a solidão e o isolamento que são típicos da doença renal crónica. Tornar os profissionais da saúde das diferentes áreas mais ligados entre si e mais próximos dos doentes. Informar e sensibilizar a sociedade civil para a doença renal crónica.

Pretendemos criar uma comunidade que ligue os doentes, as suas famílias, os profissionais da saúde e a sociedade civil em torno da causa renal.

Independentemente do local onde se encontre: em casa, na sala de espera para a consulta, durante o tratamento da hemodiálise, nas suas férias, enquanto faz uma pausa no trabalho, ... Esteja onde estiver, a partir do seu computador, do seu telemóvel ou do seu tablet, pode aceder a informação diversificada sobre o tema renal, falar connosco, partilhar a sua história.

Este site foi construído para si e a pensar em si!

 

Margarete3.jpg

Margarete

Análises Clínicas | Qualidade | Formação

No momento em que foi diagnosticado ao Paulo a doença renal crónica, decidi que quando chegasse o momento, avançaria com o processo da dádiva. Foi uma decisão que sempre me transmitiu um sentimento de paz, que se tem mantido até hoje. Estou muito grata por tal oportunidade se ter proporcionado. Agradeço a todos os que têm olhado por mim.

Estou aqui Pelo Rim para colocar o meu talento à disposição de quem precisa e poder fazer a diferença.

A minha história.

Paulo 2015_1.jpg

Paulo

Talento | Tecnologia | Negócio | Gestão

O diagnóstico de doença renal crónica chegou em 2005. No final de 2012, após um ano de diálise, recebi o rim da minha mulher a quem estou eternamente grato. Agradeço à Margarete pelo ato de amor incondicional, a todos os profissionais que cuidaram e cuidam de mim e aos familiares, amigos e colegas de trabalho que me acompanham neste caminho.

Estou aqui Pelo Rim para partilhar a minha experiência e retribuir o que me foi dado.

A minha história.

Vanessa.jpg

Vanessa

Ciências da Comunicação | Jornalismo

Em criança, via o meu avô sair para a hemodiálise regularmente e com um saco cheio de medicamentos que ele tomava, religiosamente, várias vezes ao dia. Já adulta, vi alguém muito próximo abdicar da vida no país onde nasceu e onde desejava com todas as forças continuar por causa da doença. Ver o impacto da doença renal na vida de quem sofre dela fez-me querer ajudar.

Estou aqui Pelo Rim porque estar informado pode tornar o fardo mais leve.

 

Foto de Ian Schneider via Unsplash