Vera Guimarães

Psicóloga Clínica da Saúde | Unidade de Oncologia

E-mail: vera.guimaraes@gmail.com

 

Vera Guimarães

PELO RIM, PORQUÊ PELO RIM, PORQUÊ

Esta colaboração tem todo o interesse, uma vez que a doença crónica renal é uma doença que necessita de grandes ajustamentos psicológicos e é importante a existência de projetos para estes doentes.

Em 2008, já estava envolvida há muito tempo nestas andanças profissionais da doença crónica, quando adoeci com gravidade, mudei fisicamente para sempre, e senti na pele o que é estar doente, senti o impacto de não ter os rins a funcionar e aumentei todo o meu interesse em ajudar a viver melhor quem tem doença crónica, renal ou outra.

Atualmente, vou ser mãe pela segunda vez, mesmo com todas as dificuldades que a doença me traz e vou continuar a viver.

FORMAÇÃO

  • Licenciada em Psicologia Clínica na Universidade de Lisboa, com especialização em Psicologia da Saúde, Cuidados Paliativos e Psicogerontologia.


EXPERIÊNCIA

  • Psicóloga Clínica na Unidade de Oncologia do Hospital Vila Franca de Xira. Acompanhamento de utentes em tratamento de quimioterapia, utentes em cuidados paliativos, dor crónica, e outras tipologias de doença.
  • Formadora no Hospital Vila Franca de Xira no Curso de Preparação para o Parto e Parentalidade.
  • Membro da Comissão de Ética para a Saúde do Hospital Vila Franca de Xira.
  • Membro da Associação Oncológica de Vila Franca de Xira, que desenvolve projetos psicossociais para a pessoa com doença oncológica.
  • Psicoterapeuta.
  • Formadora nas áreas da Psicologia da Saúde, Psico-oncologia, Cuidados Paliativos e Psicogerontologia.


ARTIGOS

Viver com doença crónica, em particular com doença renal crónica, tem muitos desafios. Aprenda a como pode viver melhor com a sua doença.

0 1283
Aprenda a viver com doença crónica Regule as suas emoções. Permita-se sentir qualquer que seja o sentimento, continue a tomar decisões (difíceis ou não), continue...

0 965
É impossível não comunicar. Este é um dos axiomas da comunicação humana. Mesmo quando não dizemos nada, estamos a comunicar. A expressão facial, o...

0 4398
A doença crónica implica alterações no modo de viver, ou seja, muda-nos a vida que temos, obriga-nos a escolhas e a percorrer caminhos que...