Beber água é essencial

 

O corpo humano é composto por 60% de água que não está num compartimento estanque, mas que está em constante movimento. Assim, é importante manter o equilíbrio de água corporal: beber água é essencial.

 

Pode perder-se água por 2 vias:

  1. Através do suor – por exemplo, no verão esta perda é mais intensa ou durante o exercício físico;
  2. Do trato gastrointestinal – por exemplo, por diarreia ou vómitos.

 

Prevenir a desidratação:

  1. Nas 2 situações acima referidas, a quantidade de água consumida deve ser maior.
  2. As crianças e os idosos são particularmente suscetíveis à desidratação e podem ter menor perceção da sede pelo que deve haver o cuidado de fazer uma ingestão equilibrada.
  3. O consumo de água também deve ser maior nas pessoas com cálculos renais (pedras).

 

Possíveis malefícios da água:

Em situações particulares, a água em excesso pode ser prejudicial:

  1. Nos doentes renais crónicos que não urinam;
  2. Nos insuficientes cardíacos;
  3. Nos cirróticos descompensados que devem fazer restrição de água de acordo com a condição clínica.

 

Em condições normais, a ingestão de 1,5 L é uma quantidade adequada e saudável.

 

Beba água… pelos seus rins!

 

Imagem:
Gentilmente cedida por um amigo Pelo Rim

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here