Assumir um papel ativo na prevenção de possíveis complicações do transplante – Alimentação

 

Fase pré transplante

Mantenha um estilo de vida que lhe permita estar nas melhores condições para quando o dia do transplante chegar.

Na fase pré transplante é importante manter o peso adequado e evitar um excessivo aumento de peso entre sessões de hemodiálise (HD).

O seu peso depende da sua altura, por isso, para classificar o estado nutricional utiliza-se o índice de massa corporal (IMC – ver caixa).

Índice de Massa Corporal:

Calcule o seu IMC dividindo o seu peso (em kg) pela sua altura ao quadrado (em metros). Coloque na formula = Peso em kg : (altura em metros x altura em metros).

O IMC de quem realiza HD deve ser superior a 23kg/m2, mas de um modo geral deve evitar ser superior a 25 kg/m(com adaptações individuais que o seu médico ou dietista lhe dirão).

Fase pós transplante

Um mau estado nutricional (obesidade ou desnutrição) é fator de risco e pode comprometer o enxerto.

No período após o transplante e devido aos fármacos utilizados, é comum haver um aumento de peso, que pode induzir o aparecimento de hipertensão, deslipidemia, diminuição da tolerância à glicose e, por vezes, diabetes.

A alimentação pode ajudar a controlar esta situação:

 

Ingira líquidos ao longo do dia.

Tenha especial cuidado em dias de calor ou quando realiza atividades físicas intensas. Para garantir o consumo de 6 a 8 copos de água por dia:

  • Marque um horário para beber água.
  • Beba um copo nos intervalos dos programas de televisão.
  • Beba um copo de água sempre que lavar as mãos.
  • Leve consigo uma garrafa de água.

 

Evite doces e alimentos açucarados.

O mel conta como açúcar, mas como tem um poder adoçante superior, pode ser utilizado desde que em quantidade reduzida. A utilização de adoçante(s) é permitida.

 

Elimine o consumo de bebidas alcoólicas ou restrinja-as a situações esporádicas.

 

Reduza o sal da confeção culinária.

Substitua por ervas aromáticas ou especiarias. Opte por pão com teor de sal reduzido. Evite alimentos processados ou pré-confecionados.

 

Monitorize semanal ou quinzenalmente o seu peso.

Como transplantado renal tem menos restrições; contudo, deve aumentar o consumo de água e de legumes, substituir os alimentos refinados (pão, bolachas, arroz) por integrais com vista a aumentar a saciedade.

 

Observe sempre os cuidados de higiene alimentar:

  • Não consuma carne, peixe ou ovos crus ou mal confecionados.
  • Não consuma pratos que levam ovos sem haver uma coagulação completa da gema, como é o caso do bacalhau à Braz ou da mousse de chocolate.
  • Não consuma produtos lácteos não pasteurizados.
  • Acondicione sempre os alimentos adequadamente. Deixe os alimentos que necessitam de refrigeração ou de congelação para o final das suas compras e proceda de imediato à sua arrumação logo que regresse a casa.
  • Depois de confecionados, os alimentos devem ser consumidos rapidamente. Em casos excecionais, em que pretenda guardá-los no frigorífico, proceda de imediato ao seu arrefecimento rápido (retire os alimentos do molho ou do caldo, corte em pedaços pequenos e deixe arrefecer em local fresco devidamente acondicionado);
  • Se não se destinam a consumo imediato, não coloque em contacto alimentos crus e confecionados.
  • Respeite as regras de higiene pessoal: lave sempre as mãos antes de mexer em alimentos.
  • Higienize adequadamente todos os utensílios que vão contactar com os alimentos.
  • Rejeite embalagens de alimentos que se encontram danificadas.

Apesar de existirem regras, não se esqueça de desfrutar a alimentação nesta etapa da sua vida.

Imagem:
meal planning de Liz sob licença CC BY 2.0